A mulher na civilização minóica

A civilização minóica  desenvolveu-se em Creta ,a maior ilha do mar Egeu,no período da Idade do bronze ,2700 a.C.

Através do mar Mediterrâneo,faziam transações comerciais na Europa ,desenvolveram um sistema de escrita e transmitiam o seu conhecimento e cultura através dos mares .

A mulher tinha um papel predominante na sociedade minóica  e as divindades religiosas eram mulheres.

Muitas vezes representada com os seios à mostra ,símbolo da maternidade ,do milagre que cada mulher tem de poder gerar,dar vida e ser assim a Deusa-Mãe,a origem da humanidade.

Muitos séculos se passaram e hoje restam-nos vestígios e artefactos e o imaginário dum povo humanamente muito desenvolvido.

Acredito que a pseudo-superioridade do homem ,ao longo da história tenha a ver com a sua força física e aí reside o desvirtuar absoluto da verdadeira importância do ser humano ,que vale pela sua essência,pela sua espiritualidade.

Este verdadeiro atentado ao feminino ao longo da história é consolidado pelo medo,pela superioridade de quem por ter mais força pode oprimir e subjugar .

E assim se fazem leis ,e assim se estabelecem preconceitos absurdos ,e assim se subjuga ,pelo medo.

Servem-se da religião para inferiorizar a mulher cada vez mais,para a reduzir à ínfima espécie,um trapo para manusear a seu bel-prazer.

Tudo isto acontece hoje …

E deixa-se acontecer …

Eu ,como mulher dotada de inteligência e sensibilidade,oferecia a vida para erradicar de vez esta monstruosidade .

E se fosse homem ,sentiria vergonha 

Assim como vergonha deviam sentir esses poderosos que governam o mundo!

Assiste-se ao maior retrocesso civilizacional de todos os tempos ,à banalização do Mal,e os senhores que governam o mundo compactuam !

Tenham vergonha!!!

Gilda Isabel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *