Afinal quem é mentiroso? (por Jacinto Furtado)

mota_soaresDizia a minha Avó que se apanha mais depressa um mentiroso que um coxo, mesmo que tenha chegado de lambreta ao Palácio da Ajuda e saído de carro com motorista para mais facilmente fugir aos caçadores de mentiras, acrescento eu.

Tenho uma estranha aversão a mentiras e a mentirosos, provocam-me asco. No passado dia 13 de Janeiro o Noticias Online publicou um artigo onde revelava que o governo teria acabado com o complemento solidário para idosos. Caiu o Carmo e a Trindade, mentira bradaram alguns, outros, vendo e sabendo que era verdade, preferiram mimar com alguns adjectivos que não se podem aqui reproduzir os membros do governo.

Como referi anteriormente os mentirosos e as mentiras provocam-me asco, se há coisa que não quero é estar ligado, de maneira nenhuma, a esse tipo de gente, mentirosos. Como regularmente escrevo para o Noticias Online pedi explicações, perguntei qual era o fundamento do artigo, perguntei se os dados tinham sido verificados, se as fontes eram legitimas e fidedignas, se tudo isso era verdade porque raio nenhum outro órgão de comunicação social tinha pegado no tema. A resposta foi “violenta” e não se fez esperar “claro que o artigo é verdadeiro, claro que as fontes são reais… …” .

Os “…” significam uns mimos que me dedicaram por ter duvidado da isenção e rigor da publicação.

Entretanto tiveram a amabilidade de me enviar mais informação, o exercício do direito de resposta por parte do Instituto da Segurança Social e a respectiva nota da redacção do Noticias Online, bem como documentação que prova que a resposta, essa sim, foi incorrecta.

Estupefacto fiquei quando soube que menos de 24 horas após a publicação do artigo já o Noticias Online tinha recebido um oficio duma entidade que prima, como todos sabem, pela rapidez, são mesmo conhecidos por serem a Flash Team, refiro-me à Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Fantástico, afinal a máquina funciona. É pena só funcionar em teia (para não utilizar o termo polvo).Cheira mal…

Cheira muito mal, cheira a tentativa de silenciamento!

Perante este panorama fiz o que nunca tinha feito, o que pensava nunca fazer, pedi que me deixassem ser eu a escrever sobre o assunto, pedi que me deixassem ser eu a redigir o texto seguinte sobre este tema. Escrever na primeira pessoa, escrever porque é preciso mostrar que embora pareça que toda a gente de forma geral e a comunicação social em particular, se acobarda e olha para o lado, tem de haver quem não tenha medo de chamar os bois pelos nomes, tem de haver quem não tema enfrentar e denunciar as mentiras e os mentirosos.

Há várias formas de referir algo como sendo mentira. Conforme o caso usa-se: “juízo errado”; “falsidade”; “ficção”; “ilusão”;

A  forma polida “persuasão falsa”;

A forma politica “demagogia;

A forma maricas “inverdade” e a única forma que reconheço como sendo a correcta… MENTIRA!

Vamos a isto!

iss

A imagem acima reproduzida é o recibo duma pensionista a quem foi roubado, rapinado, desviado o complemento solidário para idosos (CSI). Como é que isso aconteceu? A pensionista em questão não tem um rendimento superior a 4.909,00 Euros como tal tem direito ao complemento. Certo?

Errado!

Mas errado como? Não pode estar errado, esta senhora recebe menos que o valor de referência!

Fácil, muito fácil. A segurança social recorre a um truque baixo para calcular os valores, considera o valor do ano anterior (2013) e conclui que é superior, mas é superior porque no ano anterior a pensionista recebeu o CSI o que quer dizer, na estranha mentalidade desta gente que este ano é penalizada por no ano anterior ter recebido o CSI. Estranho não é? Não é nada estranho, apenas mais uma trafulhice com os números bem reveladora do carácter de quem (des)governa o País.

Aumenta-se ficticiamente o rendimento levando em conta o CSI com o objectivo de retirar o CSI. Confuso? Nada confuso. Não é confuso mas que é desleal lá isso é!

Não duvido que este caso aqui denunciado vai ser rapidamente resolvido e que a culpa, essa malvada, vai ser atribuída a um qualquer funcionário administrativo. Mas… há sempre um mas, segundo me informam têm estado a chegar à redacção do Noticias Online denúncias iguais dos mais variados pontos do País.

OOPPPSSS talvez seja melhor atribuir a culpa a outro que não o tal funcionário administrativo. Afinal a culpa deve vir cima, afinal há maldade na coisa.

Quase a terminar apenas um breve comentário. Concluo que o Noticias Online pecou no seu titulo, de facto o governo não acabou com o complemento solidário. Não acabou porque é cobarde ao ponto de não o fazer de forma clara e transparente. Vai acabando, pela surra!

Na imagem que abaixo se publica referente à reclamação da pensionista há um “pormenor” que me choca imenso, a última frase “em representação de … …, por não saber escrever”. Estes são os alvos deste governo, os mais fracos, os mais desprotegidos, aqueles que não sabem ou não se podem defender. Além de mentirosos são cobardes, só sabem bater nos mais fracos.

iss1

E agora Sr. Ministro… Quem é mentiroso?

Nota final: De acordo com a informação que me foi enviada por quem ajudou a pensionista na reclamação e pela redacção do Noticias Online esta situação foi comunicada à LUSA a aos principais órgãos de comunicação social Portugueses. Quantos denunciaram a situação? Não necessito responder, já sabem a resposta.

 

2 comentários a “Afinal quem é mentiroso? (por Jacinto Furtado)”

  1. Joana Silva diz:

    Associação de Pais e Amigos de Crianças e Jovens com Necessidades de Apoio Especializado pretende defender e promover os legítimos direitos das crianças e jovens com real necessidade de apoio especializado, para promoção da sua integração escolar e/ou social. Estamos preocupados com o abondono que o estado está a levar a cabo deixando milhares de crianças sem o apoio terapêutico que tanto necessitam, daí estamos desenvolver uma acção de rua.

    Agradecer “Cara a Cara”

    Manifestação contra os cortes nos apoios a crianças com necessidades educativas especiais.
    Trata-se de uma ação de RUA, de uma grande manifestação onde pretendemos juntar milhares de pais, cuidadores, familiares, amigos numa ação de protesto inequívoca contra este CORTE BRUTAL E COBARDE NO SUBSÍDIO DE EDUCAÇÃO ESPECIALOs milhares de crianças que vão ficar abandonadas merecem a nossa preocupação!Seja solidário.

    Local: Instituto de Segurança Social do Porto na Rua António Patrício, n.º 262 4199-001 Porto

    Data: 18 de março de 2014Hora: 10h00Transporte garantido

    Mais informações: apacjnae@gmail.com

  2. altaia diz:

    A verdade é que com reforma de 373 euros tinha de complemento 49 euros que foi retirado com aviso por carta de que ultrapassou o limite por diferença de meia duzia de euros nada mais se alterou no rendimento do agregado familiar pelo que parece brincadeira mas é real

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *