Covid e quarentena “It’s payback time”, diz o 19.

Vou mostrar a esta gente que são todos iguais, já que andam desmemoriados. Não vivo por qualquer tipo de misericórdia. Sou fácil de apanhar. Ataco todos por igual. Já consegui o feito de ser visto por todos. Visto não, porém todos falam de mim e muitos –  sem qualquer sistema de apartheid – me experimenta. …

Postal a Odair,

Deixa-me preambular um pedaço. A liberdade torna-se a busca de uma vida quando se reconhece – por razões pessoais – que esta é a luta diária enquanto o normal for a falta dela. Uma utopia que faço minha.A escolha que fiz quando a partir dos cinco anos comecei a andar à porrada na escola por…

Em Portugal não há racismo…

Já se exibe por aí, sem pudor, o crime de racismo, publicamente, no desporto, na terra onde o Eusébio é idolatrado.O futebol tornou-se em Portugal a religião onde os fanáticos bombistas cometem crimes de terrorismo e racismo com palavras e gestos.O lugar onde se descarrega o ódio e as frustrações. A catarse dos extremistas. Não…

Devolvam-se os portugueses à sua terra?… Qual?

Vou fazer um shampoo dois em um para lavar umas ideias. Hitler foi eleito democraticamente. As pessoas (alemães judeus, alemães ciganos, alemães pretos) deixaram que a intolerância mascarada de intolerância tomasse conta do dia a dia, antes mesmo da chegada do comboio a Auschwitz. O novo normal passou a ser o apartheid. Primeiro vieram buscar…

O saque que se seguiu e o révu Luaty Beirão.

Faz hoje dois anos que conversei com Luaty Beirão na sua passagem por Bruxelas, onde eu vivia na altura. Foi um encontro quase às escondidas, rodeado de algumas precauções, tomadas por ele e por quem o protegia, num hotel onde nem se inscreveu com o próprio nome, por razões de segurança. Todos sabíamos que o…

Puta deita-te que me vou servir

É o crime de colarinho branco escondido em milhares de papéis que nos rouba tempo e significado de vida. Que provoca avalanches de vidas a habitar a indigência. Que reaviva o racismo, a intolerância e por fim o medo. Os crimes de corrupção são conversa de mesa de tasca, ou mesa de toalha de linho com…

Carta aberta a uma maluca

Cara Ana Gomes, Durante toda a sua carreira política foi acusada de mentirosa, difamadora, caluniadora e maluca por expor, sem papas na língua, vários esquemas de corrupção e os seus protagonistas. Agora, os mesmos que a acusaram de maluca quando atacou Isabel dos Santos, pelas ligações criminosas e aproveitamento de fundos públicos, estão calados e…

Uma graça sem graça

Começou por ter graça, passou a ser símbolo de uma complexa minoria que ainda está esquecida (mulher, preta, gaga, imigrante de uma ex-colónia), até cair em desgraça. (?) O que leio de raiva e preconceito contra Joacine Katar Moreira mostra – ainda hoje – tanto de ignorância quanto de feiura da natureza. Falo com propriedade…