Quando Salazar é ainda hoje bem-vindo

Estamos numa encruzilhada. Apertados numa camisa de forças. Com políticos incompetentes e sem vocação.  Lendo os resultados dos votos, incluindo os da emigração, o candidato sem ponta de democracia nos ossos tem votos com fartura. Soma meio milhão. Nalguns lugares conseguiu segundos lugares. Sendo eu uma emigrante compulsiva, já fui mandada para fora de pé…

A serpente

Pequeno-poema de conjunção entre o chegano andré e a le pen maria uma joint-ventura na gastronomia Prestem muita atenção  Não ao poema, mas ao lançamento do jogo de mão Pé ante pé, floresce o fascismo primeiro tomaram o pulso do chão, colocaram os ovos e esperaram como ninguém os veio esmagar, continuaram em seguida com…

A fome, o Nobel e a vida

Com fome nunca haverá paz, poderia ter dito La Palisse. O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas hoje ganhou o Nobel da Paz e muito bem, na minha opinião.  Nobel, o engenheiro, químico que desenvolveu a dinamite (nitroglicerina) como explosivo – tendo a sua criação vindo a ajudar a matar milhões de vidas – amante…

“Está a voar salalé”

A salalé é uma formiga africana com a arte mais bonita de interdisciplinaridade entre arquitectura, design, engenharia e constução civil. A sua utopia é voar. Assim como os artistas. São almas moles em vidas duras que tanto sentem e constroem até que voam. Os artistas têm por missão arejar as salas da vida não descansando…

Sobre o racismo

Sobre racismo, machismo e fascismo, ou a desumanização do ser humano. 1.Quando a vítima fez, disse, vestiu ou tem a cor da pele errada, criando “o qualquer coisa” que despoleta a barbárie em ti… Ontem vi que tenho amigos que apoiam um certo partido. Aquele que oferece como solução política a desumanização de certos grupos…

E tudo o vento levou

Spoiler alert – Quem estiver cansado de me ler sobre estes assuntos remova-me da sua lista. Os pretos estão cansados de violência, as mulheres estão cansadas de violência, quem passa fome e não tem abrigo está cansado de violência e o silêncio em nada ajudou. A minha perspectiva é baseada na minha vida, nas minhas…

Os milandos da injustiça

Este é um choro chorado, fatigado, vindo da muxima. Se não houvesse sinais, marcas, provas factuais, livros, narrativas, processos judiciais, testemunhas vivas, eu aceitava. Mas há. Não sou racista. Até tenho amigos brancos. E sangue. Não sou racista. Até tenho amigos pretos. E sangue. E tu és muito diferente? Falamos então a mesma linguagem. A…