A Corja do Governo Novamente CHUMBADA

10574378_832448643432401_8887541687372888033_nComo é sabido, o Tribunal Constitucional voltou a chumbar os cortes de pensões e quanto a cortes salariais só o permite até 2015. Na espiral de roubos aos pensionistas, que tem sido a imagem de marca da escumalha do governo de Passos Coelho, esta é mais uma pesada derrota de um executivo que faz tábua rasa de quaisquer valores de de sensibilidade social, que abomina a humanização, que tem feito dos idosos um sector a abater.

As medidas impostas aos pensionistas, ao longo desta legislatura, são uma espécie de tiro ao alvo — o que o governo gostaria mesmo era de abatê-los (em morte suave – lume brando – ou mais lenta) ao efectivo. A “sensibilidade social” do energúmeno primeiro-ministro tem sido só para o universo financeiro, onde se revela óptimo salvador de bancos falidos por via de grossas tramóias.

O “Expresso” lembrava há dias os sucessivos cortes do Tribunal Constitucional: este governo dos estarolas já enfrentou nove chumbos do Tribunal Constitucional. Tanto chumbo já devia ter conduzido ao seu afastamento do Poder, se o inquilino de Belém fosse de facto um Presidente da República.

Antigamente, bastava um estudante universitário chumbar três vezes – para ser obrigado a abandonar a universidade. Mas num governo onde abundam os dôtóres Relvas, tudo é possível, pelo que parece que este tem alvará para todos os chumbos, como tem infinito alvará para a estupidez…

Só num país em que o povo tem uma tradição pesadíssima de canga, tem sido possível os ocupantes do poder prosseguirem impunemente a devastação do país, iluminados, claro, pelo Espírito Santo.

Telmo Vaz Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.