Eis a crónica sob a forma de samba

Samba das mãos limpas

Bate tampa da panela 

que eu quero ouvir o barulho dela

o samba tá rolando, 

estou vendo coca presidencial voando 

em nariz de avião presidencial cheirando

deixando rasto de novela malandra

hacker pintou 

corrupção vazou

e no bicho da velha ordem se pegou

os santos do pau oco ferrando

foram juiz e procurador enxaguado 

no leite que foi derramado

e no mesmo rio levado

de verde e amarelo pintado

a cor do progresso vazado

segue o rei que desfila despido

é ele um Brasil anoitecido

país com Portugal parecido

irmão do coração

filho do mesmo padrasto 

aquele que deixou a versão 

da prostituta corrupção

este filho que teve como função 

só descarregar 

o vírus da actualização

olhando a globalização

da austeridade 

para muitos

que trouxe prosperidade 

para poucos

tantos são os países que seguem 

na condução

na contra-mão

que me resta cantar um samba malandro

de denúncia da acção 

batendo tampa da panela

para ouvir o barulho dela

Anabela Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *