Eles têm um sonho… Como o mundo seria bom se não fossem os…

Seria tão bom para os poucochinhos que caem em camas de penas com cobertores eléctricos e acumulam a maior parte da riqueza, sem a transformarem em bem estar para os milhões de imbecis que se queixam de cair a dormir na indigência – nalguns casos em cartão – ou em camas sem cobertores, que estes desaparecessem levados por um tsunami cósmico.

Seria tão bom para os tantos que têm alergia a pretos e a ciganos que estes fossem viver para um qualquer lugar debaixo da crosta terrestre – deixando África para as caçadas dos Big 5 e férias – onde não perturbassem com as suas manias de perseguição.

Seria tão bom para os homofóbicos e heteros privilegiados de tez branca – que nunca souberam o que seria ser marginalizado e pisado- que as bichas desaparecessem no mesmo tsunami dos indigentes e dos pretos, ciganos e índios, ou outros diferentes.

Seria tão bom que uma religião conseguisse de uma vez por todas aniquilar os outros livros que dividem as massas e fizesse todos curvar num único apedrejamento.

Seria tão bom que as mulheres obedecessem sem questionar à ordem”puta deixa-te que vou-me servir” e quando começassem com lamentações se abrisse um buraco para o fundo da crosta terrestre juntando-as aos pretos e aos ciganos.

Não sei porque estamos cá todos misturados. Só sei que isto assim não faz bem à saúde dos que hoje no mundo detêm o tal 1% da riqueza, dos privilégios da cor e da única classe que pode ter iates.

Têm um sonho…

O mundo seria perfeito se fosse um lugar com um único muro.
Eles de um lado. Nós do outro.

Anabela Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *