Novas instalações no Algarve para crianças diminuídas mentais com apoio de fundos europeus

O Programa Operacional Algarve 2020 vai financiar a construção do Lar Residencial e Centro de atividades Ocupacionais da Associação Algarvia de Pais e Amigos de Crianças Diminuidas Mentais (AAPACDM), orçado em 3,16 Milhões de Euros.

O projeto, cuja primeira pedra foi lançada a 24 de junho em Faro, pretende contribuir para o aumento da taxa de cobertura deste género de equipamentos, de forma a promover a inclusão social e a diminuição da discriminação na região do Algarve.

O objetivo é a criação de uma nova resposta social e da ampliação de uma resposta já existente, reforçando as instalações destinadas às pessoas com deficiência e incapacidade.

O edifício será composto pelo Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), Lar Residencial (LR), zona administrativa e de serviços, encontrando-se na zona de Administrativa tudo o que é comum às duas respostas sociais, mais concretamente a administração e os serviços de apoio, na zona de CAO as salas de atividades, de fisioterapia e ginásio, e por último encontramos na zona de LR os quartos e respetiva sala de convívio.

Nesta fase pretende-se uma capacidade para o CAO de 32 utentes e para o Lar Residencial de 30 utentes e a localização do edifício permitirá ampliar futuramente, caso seja necessário.

A empreitada por adjudicada concurso público, no valor de 3.289.620,58 €, sendo financiada pelo Programa Operacional do Algarve em 60% do valor elegível, com verbas do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Consulte AQUI estes e outros projetos aprovados no âmbito do Programa Operacional do Algarve – CRESC ALGARVE 2020, com o apoio dos fundos da União Europeia.

Fonte: Algarve2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.