Quase ganhámos o jogo! (por Jacinto Furtado)

selecçãoQuase ganhámos o jogo mas salvou-se o tradicional recurso à matemática, é estranho este fetiche nacional. Portugal tem uma enorme taxa de insucesso escolar a matemática, mas mesmo assim lá vamos sempre parar.

Salva-se, durante mais algum tempo, pelo menos até à próxima quinta-feira, o desinteresse pelas questões nacionais. Até lá, caso a matemática nos traia, ninguém se vai preocupar com as 321 escolas que o governo quer encerrar, essas são contas pouco importantes perante uma selecção e perante um mundial.

Por referir a selecção, o resultado nem foi mau, tendo em conta que os americanos jogaram com 11 e nós só lá tivemos 4 a jogar e 7 a ver a bola passar, lá ficou um penalti por marcar e um americano sem ver o cartão vermelho por ter batido no António Variações. Com todas estas condicionantes o resultado nem foi mau, se jogássemos com 11 tinha sido um festival.

Um outro factor estranho, não tenho ideia de ver uma selecção com tantos lesionados. Há jogadores que nem jogaram e ficaram lesionados, outros quase não jogaram e lesionados ficaram. Será que isto tem alguma coisa a ver com o estado a que chegou a saúde pública com o encerramento de centros de saúde e hospitais?

Ooppss não devo referir estas coisas, isso por enquanto não tem importância nenhuma. Que se lixe o ataque à escola pública, que se lixe a deterioração na saúde, que se lixe o desemprego e o sufoco fiscal que vivemos. O que é importante é que matemáticamente ainda podemos passar de quinta-feira.

Haja esperança que com sorte e com a matemática do nosso lado o regime continuará em estado de graça até meados de Julho.

Fantástico, se a matemática ajudar até Outubro tudo pode ficar em paz e tranquilidade. Até meados de Julho Futebol, depois férias, em Outubro Fátima, só falta preparar um festival de Fado para entreter a malta durante o mês de Setembro.

Como em Novembro o pessoal já começa a pensar no Natal, lá vai o fandango continuar e o Povo entretido com os seus ópios sem dar por nada.

Mas porra…. Isto não importa nada, o que importa é que quase ganhámos o jogo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *