A pornografia dos despedimentos colectivos em Portugal

Praticamente todas as semanas (e ainda antes do anunciado fim das moratórias dos créditos bancários e de tudo o que isso acarretará) assistimos a sucessivos anúncios de despedimentos colectivos, designadamente por parte de grandes empresas, inclusive das que têm vindo a acumular lucros de milhões e até a distribuí-los aos respectivos accionistas, como a Altice,…

A censura do “Público” – não há machado que corte a raiz ao pensamento…

Um artigo de opinião do médico anestesiologista Dr. Pedro Girão, conhecido pelas suas opiniões críticas acerca das políticas e das medidas ditas de combate à pandemia da COVID-19, após ter sido aprovado para publicação e efectivamente publicado no “Público online”, foi, algumas horas depois, censurado e apagado. Tal censura foi posteriormente “justificada” num texto intitulado…

A “Justiça”: Cartão vermelho

Começo por dizer que não tenho qualquer relação pessoal, familiar ou profissional com qualquer dos arguidos do processo chamado “Cartão Vermelho”, como não tenho qualquer afinidade política ideológica, social ou sequer desportiva com nenhum deles. E entendo, claro, que todos aqueles que se prove terem praticado actos de corrupção ou de golpadas financeiras, devem ser…

Conselho Superior da Magistratura: um dos “buracos negros” da Justiça!

Há um órgão de que praticamente ninguém fala, mas que é responsável por muitas das deficiências e até perversidades por que se caracteriza, infelizmente, a Justiça Portuguesa: o Conselho Superior da Magistratura (CSM). Se a desigualdade real das partes já é, à partida, um facto inegável e incontornável (pois a parte mais forte tem sempre…

Contra a intimidação e manipulação na TAP (com sugestões para os trabalhadores)

A TAP e o Governo ensaiaram, nas últimas semanas, algumas decisões e manejos, sobre os quais importa reflectir, porquanto representam manobras de diversão ou tentativas de desresponsabilização, particularmente importantes numa altura em que se prevê que possam tentar tomar medidas, não só mais violentas ainda, como igualmente susceptíveis de causar particular repúdio, (como é o…

Ser de Esquerda continua a fazer sentido!

A partir dos finais dos anos oitenta do século passado, verificou-se – felizmente e por imposição dos respectivos povos! – a sucessiva derrocada dos regimes até então vigentes no leste da Europa[1] e que se proclamavam de “socialistas” e até de “comunistas”, embora representassem para os respectivos cidadãos as mais ferozes, opressoras e exploradoras das ditaduras,…