As eleições em Angola

Angola vai a votos amanhã, dia 23 de Agosto. Muitos apontam esta data como a data da queda do regime, outros alvitram que é a data da evolução na continuidade a data em que o sucessor escolhido pelo sucedido continuará as mesmas politicas das últimas 4 décadas. Angola é um país riquíssimo onde se morre…

O Presidente de facção (por Estátua de Sal*)

Cavaco vai acabar o seu mandato sem honra nem glória. No momento em que se discute a formação de um novo Governo para o País, a importância de uma figura arbitral, imparcial e acima das partes, seria de importância decisiva. Para ter legitimidade na feitura de entendimentos. Para ter autoridade na emergência de soluções democráticas.…

UM PROGRAMA ELEITORAL PARA MASOQUISTAS (por Estátua de Sal*)

A coligação apresentou as grandes linhas do seu programa eleitoral. E o que vimos? Mal feito, sem chama, sem coerência, mais do mesmo e zero de esperança para o futuro. Manutenção da pobreza e da austeridade, dos cortes de salários e de pensões. Tudo embrulhado na demagogia do embuste e da política do faz de…

Na Grécia já está definido o modelo de governo.

O resultado da eleições de ontem na Grécia ditou que o Sirysa ficasse a dois mandatos de distância duma maioria absoluta o que obrigava o partido vencedor a negocial com os restantes partidos. O entendimento já foi alcançado,  Sirysa e os Gregos Independentes vão formar governo. O anúncio foi feito por Panos Kammenos, líder dos…

Carta Aberta a um Personagem Menor!

Lisboa, 11 de novembro de 2014 Meu caro Presidente, Digo-lhe desde já ao que venho: o senhor é HIPÓCRITA, MESQUINHO e SÁDICO! É já a terceira vez que me dirijo a si através deste veículo, o facebook. Na primeira o senhor e os seus ficaram zangadíssimos e TUDO fizeram para me tentar destruir profissionalmente. Tiveram…

Passos Coelho o grande defensor da Constituição! (por Jacinto Furtado)

Não é novidade para ninguém, talvez pela primeira vez na nossa história recente, o País é (des)governado por um analfabeto constitucional. A iliteracia constitucional é a única explicação aceitável  para o inaceitável número de normas inconstitucionais que Pedro Passos Coelho tentou aprovar. Outra explicação, obviamente mais grave, seria a falta de respeito pelo texto fundamental…