Por obséquio, alguém consegue explicar isto?! (por João de Sousa*)

Nota prévia: não disponho de elementos que me permitam afirmar se José Sócrates é, ou não, culpado; defendo a minha, e a dele, presunção de inocência. Quanto à questão ética/moral do concidadão Sócrates … é só lerem com atenção o que tenho escrito! – “Sr. João, Sr. João! O Sócrates vai embora!” – “Ele saiu…

Portugal, Sócrates e as eleições (por Estátua de Sal*)

Nestes primeiros alvores de Setembro, em que os supermercados anunciam grandes promoções de “regresso às aulas”, fomos agora brindados com a maior das campanhas publicitárias promocionais que ofusca todas as outras: o regresso a casa do ex-primeiro-ministro José Sócrates. Sem pulseira eletrónica, porque não a aceitaria, José Sócrates passa a estar detido em casa com…

“E Agora? Desistir?!” (por João de Sousa*)

O que fazer agora, Caro Leitor(a) Leitor(a)? Desistir? Colocar umas meias ao pescoço, amarradas umas às outras , e enforcar-me? Um ataque cardíaco? Quebrar o pescoço no gradeamento do beliche? Mas eu não pratiquei nenhum hediondo crime para sentir qualquer sentimento de culpa ou desprezo pela minha pessoa. Não matei, não violei, não roubei, não…

A Questão Não é Essa… (por Arnaldo Matos)

Na sua mais recente função de caixote do lixo, o Conselho Superior da Magistratura veio ontem à noite circular um comunicado da Comarca de Lisboa sobre a medida coactiva de obrigação de permanência na habitação, aplicada pelo juiz do Penhascoso, Carlos Alexandre, a Ricardo Salgado, quadrilheiro-mor da quadrilha de gatunos da família Espírito Santo.    …

Uma Escandalosa Vergonha de Justiça! (por Arnaldo Matos)

        Se alguém porventura ainda tinha dúvidas de que a justiça portuguesa não passava de uma farsa fascista ao serviço da classe dos grandes capitalistas, pois então esta noite deve ter perdido definitivamente as suas ilusões, quando viu Ricardo Espírito Santo Silva Salgado, o chefe da quadrilha de gatunos da família Espírito Santo, autor de múltiplos…

Os Indícios do indício do indício (por Estátua de Sal*)

Eu olhei para ti e o teu nariz indiciava que estavas constipado. Estava meio para o vermelhusco. Mas, isso sou eu que não percebo nada de indícios. O Juiz Alexandre e o Procurador Rosário, não. Esses são especialistas em indícios. Tiveste azar. O Rosário cruzou contigo, quando foste à farmácia comprar Nasonex, olhou-te para o…

O labirinto obscuro do espírito da corte (por João de Sousa)

Há duas semanas. Junto ao gabinete do chefe-de-ala, dois guardas prisionais a assistir. Estabelecimento Prisional de Évora… – Ah! Muito bom, muito bom, João! – declarava José Sócrates subtraindo-me o livro das mãos. – Tem razão … – disse, preparando-me eu para mais um solilóquio, uma vez que o mesmo assumia a acostumada postura corporal…

A JUSTIÇA ESTÁ AO NÍVEL DA “CASA DOS SEGREDOS” (por Estátua de Sal*)

Desta vez passaram das marcas. A revista Sábado transcreve partes do último interrogatório a José Sócrates, supostamente confrontado com novos factos que a investigação terá obtido, porque terá tido acesso às gravações do próprio interrogatório. Como as gravações só podem ter sido produzidas pelos representantes da Justiça, porque não é de crer que Sócrates possa…