A teia onde Lula foi apanhado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A teia onde Lula foi apanhado.
Nos últimos tempos, o melhor homem que pensou o bem do Brasil

De operário a presidente
de presidente a condenado
nesse Brasil continente
onde os deuses deixaram de presente
riquezas e mau-olhado

Mi dá dó
o Brasil que deu nó
a justiça
essa pivete cega,
que carrega o mesmo peso
e a mesma medida
nada tem a ver com processo Lula
que carrega a carga
de todos os ladrões anteriores e os que virão
como desgraçada mula

ali no teu país,
que “desde Cabral todo mundo rouba”
chão de preto,mulato,branco e índio
Iansã e Iémanjá
nem tudo o que parece é
a justiça que parece sambar
justiça não é,
é outra coisa viu
já nem chupar cana tem mais doce sabor
na cama de ganância que culpas lhe tece
nunca a elite um operário vai perdoar

subvertidos todos os valores
país para as multinacionais vendido
com elas descendo a corrente do Amazonas
chegaram os rancores
da velha direita,
carregando ouro e prata
e onde está ela? cadê?
-no poder, gente
ela é esse ladrão que mata
só pra sacar o que do país resta
do sul ao nordeste,
e o condenado?
esse, fez obra num apê
o quê?
três andares só pra você?
essa não!

mas justiça não tem prova não!
e mesmo assim foi acusado de ladrão?
assim não leva jeito mermão!
nesse teu país roubado de valores
com falta de arroz,feijão, pão
e educação
quem não tem medo
compra só balas de morte
sofrimento, fome e dores

Neste país tropical,
de Drummond,
de Rubem Alves, de Amado,
de Manoel de Barros, Leminski,
Vinícius, Jobim, Bethânia, Chico
e tantos que não cabem aqui,
os chocalhos clamam os rebanhos
da desordem e do retrocesso
que já nem deus abençoa…​

Anabela Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *