Vírus e relações tóxicas

Esta é a clássica crónica sobre o clássico incendiário que pegou fogo, saiu de cena vestiu-se de bombeiro e diz aos companheiros de incêndio que veio ajudar a apagar o fogo. Enfrentámos um vírus perigoso, fatal e predador, agora enfrentamos o vírus da extrema direita (o bombeiro incendiário), enquanto lutamos contra outro vírus fatal e…

O exército dos idiotas

Dava um tostão para saber o que andam a pensar os ancestrais deste planeta sobre estes dois perfis que foram o match perfeito no grinder dos flintstones! Quais as semelhanças entre as personagens deste manicómico? Um é o espelho do outro. O da esquerda é o “presidente” da minha terra-mãe, que fraudulentamente se colocou no…

Incompetência ou tentativa de homicidio por negligência

Há momentos e situações que dispensam mais palavras. Foi aplicado hoje o plano de catástrofe no Hospital Professor Doutor Fernando da Fonseca o que não deixa de ser uma verdadeira ironia uma vez que, tal como se pode constatar pelas mensagens de correio electrónico que abaixo reproduzimos, a catástrofe há muito que está em vigor…

Está-me a falhar qualquer coisa…

Gosto de observar e ouvir. Aprendo. Ou deliro. 1) Ouço avidamente quem sabe pensar criticamente e bolso a malta dos “cultos”, cuja única preocupação não é ouvir antes sim regurgitar bílis. Mas a sua dor, raiva e insubmissão também me faz sentido. São insubmissos aos governos e ao status quo e submissos ao culto. Contradição nos termos. Porque…

As juntas médicas de faz de conta

O que vou contar passou – se comigo hoje  numa junta médica da Segurança Social, em Lisboa na Av. 5 de Outubro. À entrada uma fila enorme, onde chamavam os doentes de acordo com a hora marcada. Lá dentro não havia qualquer tipo de triagem, nem medição de temperatura ou obrigatoriedade de desinfeção das mãos…

Vamos roubar e aproveitar enquanto pudermos. E o VAR.

Há poucos dias celebrou-se o dia da queima de livros em Berlim, momento que nos recorda um dos piores dias de consciencialização sobre o que aí vinha para a humanidade.  Há poucos dias celebrou-se a queda do muro de Berlim fazendo “cair” uma guerra fria que dura até hoje sob novas formas.  Hoje celebramos o…

Artivismo político. Receita de mulher a levedar

Amasse a massa. Espalhe farinha de fé e esperança. Ensine como separar a massa das trevas azedas. Cozinhe em fogo alargado ao amor. Deixe a luz entrar sem medida. Não deixe mãos sujas tocar-lhes a alma da massa. Apenas o toque do amor a pode afagar até ficar transparente e livre. Em particular nos países…

Empacotar e sair. Foste despedido!

A história breve de um personagem Shakespeareano, o Renegado A cena tem a Casa Branca de fundo, na sala oval, um rei chora debaixo da secretária. Está a empacotar as inutilidades. Os inútensílios que trazem memórias amargamente doces de um poder que se julga não apenas grande, como eterno. Lamuria-se amargo e vingativo num solilóquio…

A Idade das trevas modernas

Em 2020. Ano de pandemia. Ano de estado mental duvidoso. Calamitosamente bárbaro. Terrorista. Uma mulher, preta, camponesa, nua. É perseguida numa estrada no mato, na província de Cabo Delgado, recebe vergastadas de quatro homens, pretos, é executada com trinta e seis tiros. É deixada nua na estrada, morta, executada. Por feitiçaria. Dizem. Não há razões.…