Tretas Num Café Virtual 26Out23

Não há verdades inconvenientes, há sim cobardia de alguns em não as dizer. As declarações de Paddy Cosgrave que levaram à sua demissão e ao cancelamento de presenças de peso e a corajosa intervenção do nosso compatriota António Guterres na Assembleia Geral da ONU que já provocaram a chantagem por parte do representante do Estado…

Tretas Num Café Virtual- 19Out23

Nesta semana andamos à roda dos juízes que dizem que tomam substâncias devido ao stress (isso explica muita coisa!) e da loucura de tentar destruir quadros em nome do clima. Esta semana ficámos a saber que se pode falar de offshores sem problemas, mas o barulho aumenta com a ideia do governo aumentar o IUC…

Tretas Num Café Virtual – 12Out23

Aqui estamos nós novamente, acabaram-se as férias, mas os temas são os mesmos de sempre. Há ou não falta de professores e médicos? Os recursos humanos são suficientes? E a organização está a ser eficiente? Para terminar temos um bálsamo, Os Lobos do Rugby, a demonstração que o desporto pode ter futuro. Informamos que o…

Tretas Num Café Virtual 01Agosto23 JMJ e os Ajustes Diretos

Esta semana, começamos por adjudicar diretamente a Jornada Mundial da Juventude… Ah, não! Os ajustes diretos são feitos pelo Estado e organismos públicos. Mas, é preciso ter cuidado porque também andam a arrestar pensões, que não eram para arrestar. De qualquer das formas, deixamos o conselho cuidar bem das suas garrafas de vinho, não vá…

Tretas Num Café Virtual_25Jul23_Rio e Altice

Começamos mais um Tretas Num Café Virtual com o caso Rui Rio e as buscas que não começaram às 7h mas sim às 10h porque Rui Rio estava a comer um belo de um brunch, mas gostámos do carro, ou se gostámos. Também no caso Altice o carro foi notícia, é daqueles que temos de…

O SNS na encruzilhada do seu futuro

Nos últimos anos, assistimos a uma agudização de diversas situações no setor da saúde reveladoras de que o Governo continua sem dispor de qualquer abordagem programática para a dinamização do SNS. A trajetória da direção política do PS e do próprio Governo tem sido de crescentes cedências às pressões dos setores mais neoliberais do panorama…

Para que a morte não volte a sair à rua!

Em 1961, o nosso país vivia sob uma ditadura fascista e o pintor e escultor José Dias Coelho, membro clandestino do PCP, foi assassinado com 2 tiros à queima-roupa por 5 agentes da polícia política da ditadura (PIDE) na via pública e em pleno dia. Anos mais tarde, o Zeca Afonso homenageou este democrata com…