O polvo e a Máfia

Para memória futura, faço um desvio ao passado recente, lembrando que somos animais emocionais, com fraca razão (pouca racionalidade) e memória curta. Depois das crises prometi-me não deixar a minha voz ficar presa nos escombros. O mundo sofreu um abalo em 2008. Pessoalmente um terramoto abateu-se sobre a minha vida. Fiquei presa nos escombros. Foi…

Fascismo, Memória colectiva e Cidadãos conscientes (a propósito do Chega)

Já em plena campanha das legislativas, muitos são aqueles (entre os quais bastantes democratas) que andam genuinamente alarmados com a possibilidade de o Chega atingir um resultado da ordem dos 17% a 20%, isto é, obter cerca de um milhão de votos nas eleições de 10/3. Compreendendo embora as razões dessa preocupação, creio, porém, que…

UBER finalmente condenada!

Eis a primeira ou uma das primeiras sentenças da Justiça portuguesa (haverá já outra do Tribunal de Castelo Branco) a finalmente reconhecer que o vínculo entre os prestadores de actividade ao serviço de plataformas como a UBER afinal  é, como sempre defendi, um verdadeiro e próprio contrato de trabalho.Para quem quiser conhecer, aqui está a…

Fascismo, botas e democracia

Muita gente antes de mim já o disse e eu reafirmo, quando escrevo sobre política (tudo é política até contos e poesia), não pretendo que ninguém que me oprime e/ou esteja de acordo com quem oprime ou oprimiu seja influenciado ou mude a concordância por causa das palavras que escrevo. Da bota que me pressiona…

Cabral ka more!

Cabral é grito de Independência e Liberdade ki uni mundo. O guerrilheiro, herói completo. Não se vendeu, não se sujou, de moral inatacável. Cabral é sonho de um dia, ainda hoje, viver o sonho Africano sem amarras Mataram fisicamente Amílcar Cabral não mataram o pensamento de Cabral. A 20 de Janeiro de 1973. A morte…