Royally?

Notícias de Albion, sobre mulheres reais da realeza e o racismo Era uma vez um príncipe ruivinho de sardas, órfão de uma princesa mãe, imperfeita e amada, como se quer a uma mulher que luta pelo seu lugar ao sol -e que depois de perceber ter sido usada como mulher e parideira para o futuro…

Carta ao Primeiro Ministro

Senhor Primeiro Ministro, desculpe incomodar, tenho andado incomodada eu própria com a seguinte e premente questão – não o incomoda ter meio milhão de pessoas assim a atirar para o racista e para o fascista? Não o incomoda mandarem cidadãos para a terra deles? Aquelas que um dia foram do império porque o império assim…

Quando Salazar é ainda hoje bem-vindo

Estamos numa encruzilhada. Apertados numa camisa de forças. Com políticos incompetentes e sem vocação.  Lendo os resultados dos votos, incluindo os da emigração, o candidato sem ponta de democracia nos ossos tem votos com fartura. Soma meio milhão. Nalguns lugares conseguiu segundos lugares. Sendo eu uma emigrante compulsiva, já fui mandada para fora de pé…

A serpente

Pequeno-poema de conjunção entre o chegano andré e a le pen maria uma joint-ventura na gastronomia Prestem muita atenção  Não ao poema, mas ao lançamento do jogo de mão Pé ante pé, floresce o fascismo primeiro tomaram o pulso do chão, colocaram os ovos e esperaram como ninguém os veio esmagar, continuaram em seguida com…

A fome, o Nobel e a vida

Com fome nunca haverá paz, poderia ter dito La Palisse. O Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas hoje ganhou o Nobel da Paz e muito bem, na minha opinião.  Nobel, o engenheiro, químico que desenvolveu a dinamite (nitroglicerina) como explosivo – tendo a sua criação vindo a ajudar a matar milhões de vidas – amante…