Pensões/TC: Pires de Lima recusa aumento de impostos

Em declarações à TSF, o ministro da Economia considerou que o Governo encontrou a «melhor solução» para compensar o chumbo da convergência de pensões por parte do Tribunal Constitucional.

O ministro da Economia recusou, esta sexta-feira, a possibilidade de ter havido um aumento de impostos ao comentar as alternativas encontradas pelo Governo ao chumbo da convergência de pensões por parte do Tribunal Constitucional.

Em declarações à TSF, Pires de Lima mostrou-se convencido de que o Governo encontrou a «melhor solução» para compensar a decisão dos juízes do Palácio Ratton e garantiu que o Executivo recusou a solução mais fácil que seria aumentar impostos.

«Não se foi talvez pelo caminho mais fácil que é penalizar a sociedade toda e a economia aumentando impostos. Aquilo que se procurou foi proteger os sinais de retoma que são cada vez mais evidentes», sublinhou.

Perante as declarações do líder do PS de que está a caminho a “TSU dos idosos”, Pires de Lima lembra que «têm sido feitos sacrifícios em toda a sociedade» e frisou que «não é sustentável que se continuem a aumentar impostos em Portugal».

«Acho que o Governo fez um esforço muito grande, que exige uma grande determinação e convicção, para não aumentar mais os impostos, que, no fundo, é um sacrifício que se generaliza sobre toda a sociedade e que acaba por penalizar toda a sociedade e as possibilidades de Portugal sair desta crise», acrescentou.

http://www.tsf.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *