Testes de stress

BANCOAndamos a enfrentá-los diariamente. Sem soluções criativas para deles sair. Nem resgates à vista.

Assistimos impotentes ao milagre da Ressurreição do Santo Espírito no verão. Este que também nos anda a enganar fingindo-se verão.
Há “famiglias” protegidas pelo ES, pela Madonna, pelo dinheiro dos outros. Essa invenção genial. O dinheiro que deu a carta de alforria aos escravos para que estes ficassem presos eternamente.

No stress da falta de liberdade com a bênção do Sancte Spíritus e dos seus criativos inventores na terra. Alguns até são afilhados e recebem o nome. As regras do jogo são simples:

-se houver dívidas, mascara-se a operação e pagam todos. Se lucros houver mascaram-se as contas e retiram-se os dividendos para longe de maus espíritos: nós.

Paguemos o dízimo enquanto não ressuscitamos da morte anunciada por este sistema indigno, violento e corrupto.

Se alguém espera um resgate das nossas vidas esperemos sentados num banco de jardim, feito de pedra, daqueles que não tem vida para roubar.

Se não a mudarmos nós e lhes tirarmos o poder que ele tem. A isso se chama resgate. Ao deles chama-se roubo.

Quem toma estas decisões já nem se preocupa em mascarar a falsa democracia: decreta leis, aliena os direitos dos cidadãos, ri-se enquanto se banha num mar off shore sem mosquitos, ou numa banheira comprada ao Walt Disney.

Com o dinheiro dos pobrezinhos que vive num big brother orientado por apresentadores bem comprados.

E não há ninguém demasiado santo para ir preso por crimes contra os cidadãos que constituem um Estado.

Pergunta para queijo:
Porque queremos continuar a ser os únicos a passar negativamente os testes de stress?

Porque a dona Inércia que habita as nossas cabeças continua a ser o nosso santo espírito.

Anabela Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *